Castelo Shuri em Okinawa pega fogo por quase 12 horas no Japão

O castelo Shuri (Shuri-jo ou Shurijo) era símbolo de Okinawa, serviu de moradia real na época do Reino de Ryukyu, além de ter o título de patrimônio imaterial da humanidade pela UNESCO. Estima-se que tinha 450 anos de história.

O castelo fica em Naha e já tinha sofrido danos na II Guerra Mundial em 1945, recebeu reparos e foi reaberto ao público em 1992. Consertos ainda estavam feitos até os dias atuais.

De acordo com as autoridades, não há registro de feridos e deu tempo de os seguranças soarem os alarmes assim que avistaram fumaça.

No entanto, ao total foram sete prédios (4.800 metros quadrados) destruídos em um incêndio que começou 2hs40min do dia 31 de outubro e apenas foi contido 13hs30min.

Trabalho intenso

Os bombeiros trabalharam para extinguir o fogo usando 30 carros, mas ventava muito e as chamas se espalharam rápido, pois as construções eram de madeira.

Após nove horas de trabalho intenso o fogo foi contido, mas as brasas continuaram queimando e destruindo o castelo, segundo informações do NHK.

Prédio principal em chamas

Eles suspeitam que o fogo tenha começado no Seiden Hall e a causa ainda é alvo de investigação.

Castelo destruído

Vista de cima do castelo e seus prédios adjacentes

Castelo Shuriji vista frontal do prédio principal

O castelo Shuri era palco de um festival (Shuri Castle Festival e Ryukyu Kingdom Festival) com recriação dos costumes do Reino no Ryukyu desde domingo e duraria até o dia 3 de novembro.

Leia também

Ilha Ryukyu, conheça a história do reino de Okinawa

4 motivos para incluir Naha em seu itinerário na sua próxima viagem ao Japão

Hara Hachi Bu: aprenda a comer como os japoneses de Okinawa e se mantenha saudável

O castelo era um dos mais visitados por turistas e apenas em 2019 recebeu 2.8 milhões de pessoas. Com a aproximação das Olimpíadas de Tokyo 2020 era esperado que esse número aumentasse.

O sentimento geral entre japoneses e autoridades é de tristeza profunda, pois o castelo era símbolo de Okinawa e as perdam foram inestimáveis.

Fontes: Japan Times, Japan Today, Whashington Post, The Guardian, BBC e NHK.

Compartilhe! Clique aqui e receba nosso conteúdo exclusivo pelo Facebook Messenger.

*Artigo editado em 31/10/2019. Inclusão da informação do trabalho dos bombeiros e fontes.

*Correção adicional do nome do castelo. Em inglês ele é escrito shuri e no Japão shuri-jo ou shurijo.

Comentários

Share via