Conheça 5 animais simbólicos japoneses e seus significados

No Japão, vários animais são apreciados não só pela beleza, mas também pelos seus significados. Os japoneses os vêem como símbolos de qualidades que gostariam de expressar ou de se beneficiar.

O significado atribuído a muitos animais simbólicos no Japão possui raízes na cultura chinesa. Há tempos, esses seres são figuras importantes na tradição japonesa que compõem a cultura, as crenças, os costumes, as artes e a mitologias do país.

Confira a simbologia de alguns animais e saiba por que eles são tão importantes para a cultura japonesa.

1 – Carpa (koi)

carpa
(Crédito: Divulgação)

As carpas (koi) ornamentais surgiram no Japão por mutação genética da carpa comum, originária da China. Elas são símbolos da perseverança, força e determinação devido à tendência do peixe em nadar contra as fortes correntezas dos rios para desovar.

Existe uma lenda famosa sobre uma carpa que nadou contra a correnteza e foi transformada em um dragão ao chegar ao topo como símbolo de sua bravura e obstinação. A lenda é uma metáfora para a superação de desafios (subir a cachoeira) a fim de alcançar o sucesso (virar dragão).

koinobori
Koinobori (Crédito: voyapon)

Dessa forma, a carpa também simboliza sucesso na vida e nos negócios. O Koinobori, carpa colorida em forma de bandeira, é uma decoração comum no Dia das Crianças (5 de maio). Ele é colocado com a finalidade de atrair felicidade, inspirar as crianças a trabalharem duro para ter sucesso e desejar que elas se tornem indivíduos corajosos e fortes.

O koi também é associado à fidelidade no casamento, fertilidade e boa sorte geral.

2 – Grou (tsuru)

grou
(Crédito: unravel)

Ao longo da história, o grou japonês ganhou diversos significados através de inúmeras lendas e histórias. O povo japonês acredita que ele é uma ave que simboliza sorte, paz, saúde, longevidade, fortuna, felicidade e fidelidade.

Segundo a mitologia japonesa (originário da China), este pássaro vive 1.000 anos. Apesar de não ser verdade – grou chegar a viver de 20 a 30 anos – ele é famoso por simbolizar a longevidade.

Acredita-se que esse pássaro simboliza o amor conjugal e a fidelidade porque essas aves são monogâmicas, ou seja, elas possuem somente um parceiro durante a vida toda. Devido a isso, é comum o grou ser usado em decorações de casamentos e no uchikakekimono formal de casamento com imagens de grou bordadas.

tsuru
Tsuru (Crédito: Divulgação)

Também é costume na cultura japonesa dobrar mil tsurus de papel (senbazuru) ao fazer um desejo especial.

3 – Gato

gato
(Crédito: Divulgação)

Os gatos são bastante populares no Japão. Eles são reverenciados por trazer boa sorte e outros resultados positivos. A popular figura de gato japonês maneki neko (gato sentado com uma das patas levantada), é considerado um amuleto para atrair sorte, proteção, prosperidade, felicidade e saúde.

maneki neko
Maneki Neko (Crédito: Divulgação)

Por outro lado, alguns acreditam que os gatos não são confiáveis. Existem contos populares japoneses que contam histórias sobre felinos que mudam de forma e que podem até possuir humanos.

Leia também:

4 – Cão-guaxinim japonês (tanuki)

tanuki
(Crédito: japanology)

Cão-guaxinim japonês, também conhecido como tanuki, é uma subespécie do cão-guaxinim asiático. No folclore japonês, ele é frequentemente retratado como detentor de poderes sobrenaturais. Este animal é conhecido por ser travesso, alegre e brincalhão.

Acredita-se que ele tenha a capacidade de mudar de forma e trazer fortuna a quem os honra com uma estátua chamada Bake-danuki. Esta figura distingue-se, entre outras características, pela garrafa de sake em uma mão, pela barriga enorme e pelos grandes testículos.

Bake-danuki
Bake-danuki (Crédito: Divulgação)

Desde os tempos antigos até os atuais, essas estátuas de tanuki podem ser vistas nas portas de restaurantes e izakaya para atrair clientes.

5 – Raposa (kitsune)

raposa

Outro pequeno mamífero que tem sido atribuído poderes sobrenaturais é o kitsune, uma pequena raposa. Existem muitas histórias acerca desta criatura mística. Sua fama nas lendas é de uma grande ilusionista, capaz de enganar os humanos e pregar-lhe muitas peças com suas magias. Ela também é admirada por sua inteligência e astúcia.

Estátua do kitsune no Santuário Fushimi Inari Taisha, em Kyoto. (Crédito: backpackerlee)

Este animal pode ser bom ou ruim para os humanos. Os bondosos são os guardiões dos santuários xintoístas do deus do arroz (Inari).

Já, os maus, assim como no folclore de outras culturas, são aqueles que atacam galinheiros, roubam pequenos animais de fazenda e, de qualquer outra forma, tornam a vida difícil para os agricultores japoneses.

 

Vocês já conheciam a simbologia desses animais?

Fonte: Japanology

Comentários

Share via