Shinrin-yoku: conheça a experiência japonesa banho de floresta

Já ouviu falar em Shinrin-yoku? O conceito estabelecido oficialmente em 1982 significa literalmente banho de floresta. No Japão, Shinrin-yoku faz parte das políticas públicas de saúde e seus benefícios são cientificamente comprovados.

Shinrin-yoku

No mundo moderno, a maioria das pessoas esquecem que são parte da natureza, muitos olham para ela como algo a ser conquistado ou controlado. Esse distanciamento do estado natural é responsável por grandes males, em nível individual e coletivo.

Shinrin-yoku

Um banho de floresta oferece uma experiência envolvendo os 5 sentidos humanos. Longe das distrações do cotidiano, como celular e barulho de trânsito. Uma caminhada em uma floresta proporciona sensações muitas vezes esquecidas.

Shinrin-yoku

Durante o trajeto, a imersão na natureza causa relaxamento e sensações sutis ao tato, ao pisar na grama e tocar uma árvore. Para audição, ouvir sons de pássaros, do vento e dos galhos quebrando nos pés. Além de sentir o cheiro da terra, das plantas e flores.

Fazer um lanche em uma floresta melhora o sabor da comida, pois durante um shinrin-yoku, o estado mental deixa de ser ego para voltar ao estado natural eco, a pessoa não está simplesmente em contato com a natureza, ela faz parte.

Leia também:

Benefícios do shinrin-yoku

A prática regular do shinrin-yoku possui diversos benefícios, confira alguns deles.

  • Aumento do sistema imunológico;
  • Aumento da produção de proteínas anticancerígenas;
  • Reduz a pressão sanguínea;
  • Reduz a concentração de cortisol (hormônio do estresse);
  • Diminui a atividade nervosa simpática;
  • Melhora o humor e aumenta a capacidade de concentração;

Comprovado cientificamente

Quin Li, um pesquisador PhD de Tóquio pesquisador do shinrin-yoku, afirma: “A exposição ao fitonócido (química emitida por plantas e árvores) aumenta a capacidade do sistema imunológico de matar células tumorais”.

Um estudo com grupo de pessoas em 24 florestas do Japão apontaram redução de 16% do cortisol. Em mulheres que caminharam de duas a quatro horas por dois, dias consecutivos, foi detectado aumento de 40% das células brancas.

Outro estudo foi feito em 2006, com 12 homens entre 37 e 55 anos na floresta da prefeitura de Nagano. Depois de três passeios realizados em 2 dias, houve um aumento de 50% das células brancas, perdurou durante 30 dias.

O diretor do Centro de Saúde Ambiental de Ciência de Campo, Yoshifumi Miyazaki, conduziu um estudo fisiológico com 576 pessoas entre 2005 e 2006. O objetivo era verificar as diferenças fisiológicas de uma pessoa em relação ao ambiente e pessoas que caminhavam 20 minutos nas florestas, apresentaram queda de 12,7% na concentração do cortisol.

O resultado da pesquisa demonstra que, mesmo em curtos espaços de tempo dentro da natureza, os benefícios para saúde física e mental são consideráveis.

Shinri-yoku traz a pessoa para um estado mais sensível ao ambiente e a si, em contato com o silêncio e a sinfonia produzida pela natureza, a harmonia e a sensação de bem-estar é gradual e inevitável.

Muitas pessoas são dependentes de remédios para melhorar o humor, dormir melhor, diminuir o estresse ou relaxar, a natureza faz isso de graça, basta ir até ela e apreciar um bom momento, sozinho ou com quem se ama.

E então? Que tal uma caminhada para o seu fim de semana? Não esqueça de convidar os amigos e não deixe de comentar.

Comentários

Share via