Habushu é bebida para os corajosos no Japão

Habushu é uma bebida comum de Okinawa e vendida como souvenir há mais de dez anos. É tradicional da Era Ryukyu, quando as cobras Habu eram ingredientes de luxo por serem consideradas medicinais. Por isso, é vendido como tônico nos dias de hoje.

Habushu

habushu

O corpo da cobra venenosa Habu é limpo e suas entranhas retiradas. Depois é engarrafado em álcool por cerca de um mês para depois ser misturado com awomori, bebida típica de Okinawa.

Eles adicionam mais 13 tipos de ervas, temperos e mel no líquido. Ao final do processo, o Habu Sake não é venenoso. Dizem que o Habushu ajuda com problemas de disfunção masculina, artrite, insônia, dores nas costas e apatia.

Leia também

Aprenda a fazer seis drinks com saquê muito fáceis

Exagerou na bebida? Conheça 8 formas populares de curar a ressaca no Japão

Otsumami: aperitivos japoneses para acompanhar a cervejinha

Habu

Conhecida como Habu, Okinawa Habu ou Kume Shima, a víbora é natural das ilhas de Ryukyu e são agressivas quando ameaçadas.

Apesar de ser temida por muitos, a maioria dos casos de picada em humanos envolvem acidentes. Ela é uma cobra pequena, porém pode chegar a ter dois metros.

Sua alimentação é a base de pequenos animais, em especial os roedores. Embora muito potente, é extremamente vulnerável ao destilar o veneno.

A toxina mortal que as víboras habu injetam em suas presas (ou vítimas de acidentes) envenena o sangue, destrói as células brancas do corpo e age de maneira rápida.

Em caso de acidente é muito importante tentar manter a calma, pois quanto mais agitada a pessoa estiver, mais rápido se espalhará pelo corpo.

O tempo é uma questão vital, pois a demora para o tratamento pode levar ao óbito ou ao amputamento por necrose no local da picada. A média é de 30 minutos para um resgate seguro.

Gostou do artigo? Inscreva-se em nossa Newsletter e receba conteúdos do Japão.

Comentários

Share via