Noh: uma introdução ao mágico teatro japonês

Já ouviu falar de Noh? Conheça um dos maiores tesouros culturais do Japão e entenda sua magia. Apesar do Noh ser um pouco menos conhecido e apreciado do que o famoso teatro Kabuki, é possível que ele seja mais importante.

Noh vs Kabuki

Embora seja lógico considerar que ambos são uma síntese, enquanto o Kabuki trata de dramas típicos da tradição japonesa, o Noh é uma expressão artística voltada ao espírito.

Por vezes, pessoas que não estão habituadas com a cultura japonesa dificilmente encontrarão as diferenças fundamentais entre as duas artes cênicas.

Como consequência, o kabuki recebe mais atenções e preferências. Seja de estrangeiros ou mesmo dos japoneses. Confira as principais diferenças entre um e outro.

Diferenças visuais

 

Por ser uma expressão que narra uma trama, o kabuki trabalha com o exterior, com as aparências e o apelo visual. O cenário, a música e as expressões dos atores são feitas a partir de pinturas faciais marcantes.

O noh por outro lado é minimalista, seu cenário consiste basicamente em um pinheiro e uma imagem do Monte Fuji para retratar o Japão.

teatro noh

Por ser uma arte que expressa a espiritualidade e a essência da nação japonesa, existem poucos detalhes visuais ou sonoros para o espectador.

O exterior e o interior

Estrangeiros e até mesmo os japoneses da nova geração sentem-se mais atraídos pelo kabuki. Tudo por ser mais próximo a configuração dos teatros e cinemas americanos.

Já o noh exige de seus espectadores imaginação ou atenção. Por se tratar da essência, o minimalismo é um elemento muito importante dentro da peça.

máscaras noh

As máscaras utilizadas pelos atores não possuem movimento e seu olhar é estático, sempre contemplam um distante horizonte. Por isso, cada ator deve respeitar, se preparar e incorporar aquele espírito que irá representar.

Leia também

Yamamoto-tei: conheça um lindo e tradicional jardim japonês em Tokyo

Você conhece todos os ritos de passagem do Japão?

Niinamesai: o último ritual do Imperador Akihito

História e tradição

Apesar de não parecer tão atrativo, assistir uma peça de noh é aprender sobre os princípios e fundamentos que formaram o Japão.

Além disso, dentro de cada apresentação está presente a história do shintô, do budismo japonês (escola Zen) e a história dos imperadores, o império e seu sistema.

Entre as histórias mais famosas, estão Os Contos de Genji, Os Contos de Hike e Os Contros de Ise. Além de outros grandes clássicos da literatura japonesa.

Atualmente os grupos de Noh se viram na necessidade para incorporar novos elementos a suas apresentações para que os espectadores compreendam melhor a experiência.

Assim como na cerimônia do chá, se você for assistir a uma peça de Noh, a imaginação deve ocupar o espaço do cenário.

Portanto, o espectador deve participar da peça. Ele deve completar o que está faltando e não apenas assistir aos atores. Além disso, assistir a uma apresentação é dar um mergulho profundo na espiritualidade e na história do Japão.

Gostou do artigo? Inscreva-se em nossa Newsletter.

Comentários

Share via