Como fazer umeboshi tradicional e a pasta para culinária japonesa

Falamos aqui dos inúmeros benefícios que o umeboshi pode levar a saúde. Se você ficou interessado, iremos ensinar como fazer umeboshi tradicional e a pasta. Confira.

Umeboshi em conserva

Você precisará de ameixas japonesas e a primeira etapa será salgar. 1 kilo de ameixas, 180 gramas de sal marinho e 100 ml de shochu.

ameixas umeboshi

Lave as ameixas em água corrente e filtrada. Seque uma por uma com um pano de algodão ou toalha de papel.

Além disso, coloque todas as ameixas em um saco de zip lock grande, acrescente o sal e o shochu. Aperte e misture todos os ingredientes e feche bem o zip lock.

Coloque o pacote em outro saco zip lock grande e feche bem. Coloque algo pesado por cima do saco com as ameixas e reserve.

Colorindo e dando sabor

O próximo passo será dar a coloração avermelhada do umeboshi e o gosto típico. Para isso você preisará de 100 a 150 gramas de folhas de shisô e 20 gramas de sal marinho.

folhas de shisô

Com paciência retire folha por folha retirando os galhos em uma tigela grande. Lave em água corrente e filtrada. Coloque as folhas em uma peneira e deixe por vinte minutos até que fique bem seca.

Coloque as folhas em uma tigela e salpique metade do sal nas folhas e misture com as mãos apertando e espremendo. As folhas virarão uma pasta e aos poucos começará a soltar água roxa.

folhas de shisô

Descarte o líquido. Salpique o resto do sal nas folhas e repita o processo. Despeje o resto do líquido novamente.

Agora é hora de tirar o vinagre de ume do saco zip lock. Misture esse vinagre com as folhas de shisô.

Em um pote de vidro com tampa hermeticamente fechada, acrescente as ameixas e preencha com as folhas de shisô.

Coloque o vinagre que estavam nas folhas no pote. Tampe e deixe em local escuro por um mês. Aos poucos elas murcharão e ganharão coloração vermelha.

Para a próxima etapa, os dias deverão ser de sol e o dia quente, pois o pote deverá secar a temperatura ambiente no sol com a tampa aberta por sete dias até o entardecer. Pode deixar a tampa levemente por cima nesse processo.

Depois desses dias, o umeboshi já estará bom para consumo, mas quanto mais deixar marinando e curtindo, melhor será o sabor.

Muita gente para prolongar o sabor e a durabilidade do umeboshi, fazem esse processo com ajuda de uma peneira grande e colocam a ameixa e o shiso separados secando no sol para depois guardar novamente.

Existem casos de gente cultivando o umeboshi por três anos ou mais. Se ficou com dúvidas, confira o processo todo no vídeo abaixo.

Leia também

Benefícios do umeboshi para a saúde

Conheça formas deliciosas de preparar edamame

Aprenda as principais diferenças entre tofu duro e mole

Pasta de umeboshi

Pasta de umeboshi

A pasta de umeboshi pode ser usada como condimento em saladas, refogados, no arroz e até na massa do macarrão.

Pode ser usado em alternativa ao sal e vinagre. Para fazer é só amassar o umeboshi com um garfo até que forme uma pasta. Simples assim.

Gostou do artigo? Inscreva-se em nossa newsletter.

Share via