Benefícios do umeboshi para a saúde

O umeboshi é um ingrediente essencial da culinária japonesa, além de oferecer diversos benefícios para a saúde. É um dos segredos da longevidade e disposição dos japoneses.

Umeboshi

Ameixeira japonesa

O umeboshi é feito de ameixa curtida em um processo longo. De gosto ácido e salgado é usado no meio de onigiris, consumido em forma de pasta, no ochazukê, em forma de salgadinhos e até puro com chá verde.

Os samurais costumavam levar umeboshi nas viagens longas para combater o cansaço. Além disso, secas podem durar até 100 anos e em conserva e guardadas corretamente por tempo indeterminado por conta da alta quantidade de ácido cítrico que as conserva.

Umeboshi

Rica em potássio, manganês, fibra, minerais e antioxidantes. Pode reduzir danos no fígado, regularizar a digestão e retarda o avanço de células cancerígenas.

100 gramas de umeboshi (10 unidades) contém 33 calorias, 1 grama de proteína, 0% de gordura, 3,4 gramas de fibra, 10 gramas de carboidrato, 440 miligramas de potássio, 0,2 miligramas de manganês, 0,02 de tiamina, 7 micrigramas de vitamina A e 0,01 miligramas de riboflavina.

A tiamina é importante para o sistema nervoso, produção de hemoglobina e imunidade. A roboflavina atua na produção de anticorpos, metabolismo e produção de cortisol.

Protetor do fígado

O fígado tem atuação importante na desintoxicação, metabolismo da gordura e produção de proteínas usadas na coagulação do sangue.

Um estudo científico de 2012 publicado no Jornal Mundial de Gastroenterologia mostrou que os pacientes que suplementaram a dieta com umeboshi conseguiram uma melhora do fígado. Isso mostrou que ele pode ser eficiente em casos de hepatite, cirrose e gordura no fígado.

Constipação

Além disso, mostrou-se eficiente para tratar constipação pelo alto teor de fibras ajudando a regular o intestino.

Anti-cancerígeno

O extrato do umeboshi ainda foi efetivo para impedir o crescimento de células cancerígenas do pâncreas, fígado, pele e mamas.

Antioxidante

Os antioxidantes são importantes para parar os radicais livres e danificar as células. Por isso, ingerir um umeboshi por dia poderia ajudar a longevidade.

Contra osteoporose

Devido aos polifenóis, o umeboshi ainda é bom contra osteoporose e ainda estimula a produção de colágeno.

Antibacteriano

Além disso, ele tem propriedades antibacterianas e por isso pode ser benéfico para a sáude da boca, pois combate as bactérias que causam gengivite.

Leia também

A magia do tsukemono

3 formas de usar repolho japonês em receitas fáceis

Onde achar comida vegetariana no Japão?

Regula o açúcar no sangue

Estabiliza o açúcar no sangue, pois aumenta a captação de glicose nas células normalizando e deixando estáveis. As fibras também ajudam a retardar a absorção da glicose prevenindo picos e quedas.

Pode ser útil também em casos de enjôos, diarreia, fadiga e até ressaca.

Quem não consegue acostumar com o gosto azedo do umeboshi, pode optar por usar a pasta, muito popular na comunidade vegana em diversos pratos. Pode ser acrescentado em refogados, saladas, no arroz branco e mais, pois é versátil.

Pasta de Umeboshi
Pasta de umeboshi

Os japoneses ainda relatam que o consumo diário de um umeboshi auda a evitar pegar gripes, resfriados e processos infecciosos.

Gostou do artigo? Inscreva-se em nossa newsletter.

Fontes: Doenças Digestivas de Elizabeth Lipski, 2004, Guia de Dieta e Nutrição de Elson M. Hass, 2006.

Comentários

Share via