Tecnologia promote detectar câncer de mama sem dor e mais rápido

Um time de cientistas japoneses desenvolveram um novo teste de mamografia mais acurado e sem causar dor no Japão.

Detecção de câncer de mama

Segundo o Asahi Shimbun, o novo método dura cerca de dez minutos e usa ondas eletromagnéticas resultando em uma imagem 3D.

O teste de mamografia atual envolve dor e ajuda detectar estágios iniciais de câncer de mama. Atualmente, a mama é comprimida em duas placas usando raio-x, além de expor as mulheres a radiação.

Mulher usando máquina de mamografia
Máquina de mamografia atual

Além disso, segundo especialistas, esse método não é 100% acurado em jovens que tenham tecido mamário denso causando dúvidas no processo.

O novo teste de câncer de mama foi desenvolvido por Kenjiro Kimura, professor da universidade de Kobe. Ele descobriu junto com seu time, que usar as ondas eletromagnéticas permite detectar tumores de 0.5 milímetros.

Esse tamanho é de difícil detecção pelos métodos atuais. O câncer de mama afeta muitas japonesas e mais de 14.000 morrem todos os anos.

Essas ondas eletromagnéticas são as mesmas usadas em aparelhos de micro-ondas e celulares. Porém, o time japonês descobriu que esse tipo de onda aumentado em 1.000 vezes passa pelo tecido, glândulas, gordura das mamas e reflete tumores.

Leia também

Go Japan! Nova tecnologia japonesa promete ajudar os deficientes visuais 

Tecnologia do Japão: país quer ser o primeiro a ter carros voadores 

7 tecnologias incríveis do cotidiano japonês 

Kimura é um físico e desenvolveu uma fórmula que determina forma aos objetos refletidos através das ondas eletromagnéticas. Antes as ondas refletiam em diferentes direções. Com isso, ele consegue formar imagens precisas.

Estudos já estão sendo conduzidos em quatro centros médicos em Hyogo e prometem ajudar na detecção de câncer de mama nos próximos anos no Japão.

Compartilhe! Clique aqui e receba nosso conteúdo exclusivo pelo Facebook Messenger.

Comentários

Share via