Transporte: vale a pena usar o aplicativo Uber em Tokyo?

O Uber já foi envolvido em polêmicas por ter sido considerado ilegal no Japão, mas ainda opera em Tokyo. Saiba se vale a pena usar o aplicativo de transporte.

Uber em Tokyo

Carro do Uber no Japão

O aplicativo Uber não faz muito sucesso no Japão, ainda assim continua oferecendo seus serviços. Ele ainda é muito usado por estrangeiros.

Um dos serviços que mais fazem os preços das corridas saírem mais baratas em outros países, no Japão é considerado ilegal. É a famosa partilha de corridas em determinados trajetos no sistema carona entre várias pessoas.

Os táxis de Tokyo tendem a ser mais eficientes e os motoristas honestos e educados. Ainda assim o Uber ganha vantagem nas corridas de madrugada.

O Uber em Tokyo não cobra o adicional de 20% a 30% a mais entre 22hs e 5hs. Porém, costuma ser mais caro. Por exemplo, os táxis em Tokyo costumam cobrar entre 400 a 700 ienes para os dois primeiros kilômetros e entre 80 a 90 ienes para cada 270 a 300 metros adicionais.

O Uber Black começa a cobrar 103 ienes, seguidos por 67 ienes por minuto e 308 ienes por kilômetro.

A frota de carros também é menor e por isso nem sempre terão veículos disponíveis em comparação com os táxis.

Como alternativa, os japoneses usam muito o aplicativo Japan Taxi. Ele disponibiliza 61,000 veículos e cobre as 47 prefeituras através de localização por GPS.

Leia também

Conheça três motivos dos táxis no Japão terem portas automáticas

Serviço com motorista nina de táxi é lançado no Japão

Perdeu o trem? Dicas para usar táxi no Japão

Os pagamentos são facilitados através de cartão de crédito, Google Pay e mais. Além disso, a empresa Sony irá entrar no mercado com o aplicativo S.Ride.

A Sony e mais cinco companhias de táxis japonesas disponibilizarão uma frota de 10,000 carros e operarão em Tokyo até as Olimpíadas 2020.

Compartilhe! Clique aqui e receba nosso conteúdo exclusivo pelo Facebook Messenger.

Comentários

Share via