Shigetaka Kurita: o homem que inventou os emojis há 20 anos

A criação dos emojis revolucionaram a forma como as pessoas conversam na era digital. Há 20 anos, a invenção japonesa foi desenvolvida com sucesso por Shigetaka Kurita.

Shigetaka Kurita

Shigetaka Kurita

Shigetaka Kurita era um jovem de 25 anos e trabalhava na empresa telecom NTT DoCoMo como designer de interface.

Enfrentou várias limitações de tamanho e qualidade de imagem, mas criou 176 símbolos (pictogramas) em 1999. Eles tinham tamanho compacto (12 x 12 píxels) de apenas 3 kilobytes baseados em desenhos que ele fez a mão.

 

Rascunho de Shigetaka Kurita
Rascunho de Shigetaka Kurita

Lista de emojis Shigetaka

Ele idealizava uma forma de aprimorar a comunicação dos japoneses pelo celular. Na época o aparelho portátil fazia sucesso no Japão.

Celular japonês 1999
Aparelho de celular japonês 1999

Ele queria uma forma de expressar emoções de outra forma, senão as palavras. A palavra emoji é uma criação da junção dos kanjis 絵 (e/figura), 文 (mo/escrita) e  字 (ji/caractere).

Os 176 pequenos pictogramas eram carregados de significados e ficaram prontos em apenas cinco semanas.

Emoji

Emojis atuais

Desde então, os emojis se espalharam pelo mundo com imagens personalizadas de acordo os costumes e cultura local de cada país. Além disso, muitos são considerados universais.

Por um tempo, os emojis ficaram limitados no Japão e outras empresas de telefonia copiaram os pictogramas de Shigetaka Kurita.

Foi apenas em 2010 que o emoji foi incorporado ao Unicode, um padrão em softwares de código de texto usado pelos governos.

Naquele ano, eles foram ampliados para 722 e lançados pelos sistemas operacionais Android e iOS. Porém, foi em 2012 que eles se tornaram um sucesso global.

Atualmente, são 2.789 emojis cadastrados no Unicode e sua qualidade em píxels e tamanho foram melhorados. Bem diferentes dos pictogramas pixelados de Kurita.

Até os dias atuais, a invenção é vista como revolucionária e incrível por desenvolvedores e designers pelo mundo.

Inspiração

Segundo Kurita, ele se inspirou nos mangás, nos pictogramas e alguns outros recursos não revelados.

Segundo ele, as imagens contemporâneas não são consideradas emojis. A maioria são apenas figuras simples e sem a semântica linguística que ele idealizou.

Ainda assim sua visão é positiva. Afinal, eles são usados para melhorar a comunicação digital entre pessoas.

Curiosidades

De acordo com dados oficiais da rede social Facebook, 900 mihões de mensagens foram enviadas pelo aplicativo Messenger apenas com emojis.

emoji chorando de rir

Um dos mais famosos, segundo o site emojitracker é a imagem com lágrimas de riso. Ele foi usado mais de 2 bilhões de vezes no Twitter desde seu monitoramento em 2013.

Emoji coração

O emoji favorito de Shigetaka Kurita é o de coração pelo seu significado positivo. O emoji de coco é o que faltou em sua lista e gostaria de ter feito. Segundo Kurita, seus superiores na empresa NTT DoCoMo sinalizaram que não era uma boa ideia.

Leia também

Emojis japoneses: conheça os mais usados e seus significados

Saiba tudo sobre o aplicativo Line no Japão

Celular no Japão: motivos dos japoneses darem preferência ao iPhone

 

Emoji coco

Na Alemanha existem uma variedade de opções de emojis de salsichas com expressões faciais e custaram U$ 27.000. Foram usados mais de 3 milhões de vezes em seu primeiro ano de lançamento, segundo o NHK.

Emojis salsicha Alemanha

Um emoji controverso na China causou embates políticos e foi censurado. A imagem de vela e a palavra RIP foram usados em larga escala para demonstrar luto pelas mortes de ativistas de direitos humanos e o ganhador do prêmio Nobel Liu Xiaobo em 2017.

emoji vela

O símbolo de mãos juntas (reza) é um dos emojis mais usados na Índia em momentos religiosos e usado mais do que em qualquer país, segundo reportagem da CNN.

Emoji rezando

Compartilhe! Clique aqui e receba nosso conteúdo exclusivo pelo Facebook Messenger.

Comentários

Share via