Tufão no Japão: confira informações e dicas básicas

O tufão no Japão é chamado de taifu. Ele é causado pelo vapor de água que sai superfície do mar do oceano Pacífico e forma nuvens condensadas. Isso de forma bem resumida. É um fenômeno acompanhado por chuvas torrenciais e ventos de até 200 km/h.

Tufões, ciclones e furações são tempestades semelhantes, mas que são nomeados de acordo com a origem, direção e intensidade. Portanto, o tufão nasce de águas equatoriais do oceano Pacífico e se move pela Ásia.

Época dos tufões

Mulher andando de guarda-chuva no meio do vento

A época vai de maio a outubro, com picos em agosto e setembro. Além disso, todos os anos, cerca de 30 tufões ou tempestades acontecem em áreas específicas.

Okinawa é uma das mais afetadas, assim como a região sul. Eles não costumam atingir as regiões ao norte e Hokkaido é um local que permanece com a temperatura agradável e sem ocorrências de tempestades nessa época do ano.

O que fazer?

É importante ficar de olho nos sites de notícias. O canal mais confiável para conferir o tempo é a agência metereológica japonesa, assim como o Twitter do perfil Japan Safe Travel da organização nacional de turismo do Japão (JNTO).

Linha de emergência

O JNTO ainda oferece uma linha para turistas que funciona 24 horas por dia. Eles fornecem informações e assistência em caso de acidentes e emergências em inglês, chinês, coreano e japonês.

Do Japão: 050-3816-2787

Chamadas Internacionais: +81-50-3816-2787

Se estiver em Tokyo, o recomendado é entrar no site da prefeitura que estiver hospedado ou de passagem para conferir os comunicados.

Também é importante ficar de olho nas alterações dos serviços de trem, metrô, shinkansen e de voos.

Sites de transporte

Site do aeroporto de Haneda

Site do aeroporto de Narita

Site do JR East

Site do metrô de Tokyo

No entanto, ao constatar que um tufão está próximo, confira três dicas básicas e essenciais.

1. Não saia

Independente da força e classificação do tufão, a dica é não sair e ficar protegido em algum local com as janelas e portas fechadas até que a tempestade passe.

2. Não tente usar o transporte público

Trens, shinkasen, metrôs e ônibus sofrem alterações em seu itinerário, horários e tem redução dos serviços.

Como a regra é ficar dentro de um local seguro, é aconselhável não tentar usar o transporte público para não ficar preso.

Leia também

Ficou doente no Japão? Saiba onde ir e o que fazer

Enchentes no Japão: Tokyo e o maior sistema de escoamento do mundo 

Saiba como agir em caso de terremoto no Japão 

Como montar um kit de emergências contra desastres naturais

3. Tenha um kit de emergência

O kit de emergência básico deve conter garrafa de água, comida não perecível, kit de primeiros socorros, lanterna, baterias extras, muda de roupa limpa e um cobertor térmico.

Os japoneses costumam ter esse kit pronto por conta do número grandes de ocorrências de desastres naturais. Portanto, se viajar ao Japão, não esqueça de montar um básico e seguir todas as dicas.

Compartilhe! Clique aqui e receba nosso conteúdo exclusivo pelo Facebook Messenger.

Comentários

Share via