Já parou para pensar como é o natal no Japão? Em um país majoritariamente budista e shintô, pode ser difícil imaginar como é o natal em um país em que apenas 1% da população se declara cristã.

Luzes natalinas

Luzes de natal no Japão

Como em muitas cidades do Brasil e do mundo, as ruas das principais cidades japonesas se enchem de luzes e decorações natalinas.

Jizo com decoração natalina

Até a estátuas do bodhisattva Jizo, divindade conhecida por proteger as crianças e seu santuário em Kamakura recebe decorações de natalinas.

Natal no Japão

No Japão o natal não está ligado ao nascimento de Jesus, a data está mais próxima de um dia dos namorados do que com um feriado sagrado.

Troca de presentes é incomum

Os presentes costumam ser trocados entre casais e raramente entre familiares e amigos. O natal não é uma tradição familiar ou um feriado nacional no Japão. Geralmente as pessoas costumam sair para celebrar fora de casa.

Sem chester ou peru

KFC Japão

Chester ou peru de natal não é algo que se encontra com facilidade. Desde os anos 70 com a propaganda Kurisumasu ni wa kentakki da KFC, o frango frito é o prato principal do natal japonês.

Bolo tradicional

Bolo de natal

Para sobremesa a tradição é comprar um bolo de natal, geralmente de morango com creme. Para conseguir um muitas pessoas reservam com antecedência, pois é muito concorrido. É mais importante ter o bolo do que o frango do KFC.

Leia também:

De Hokkaido a Shibuya você poderá encontrar muitas lojas vendendo artigos de decoração natalinas em shoppings. Algumas delas são patrocinadas pela Associação de Turismo Alemã e pela embaixada alemã.

No Japão o natal é um dia para sair com a pessoa amada e apreciar uma linda decoração cheia de luzes, um jantar romântico e um passeio no parque. Tudo o que uma noite agradável pode oferecer.

Natal Disney Japão

Para quem está em Tóquio participar da parada de natal da Tokyo Disney é uma excelente opção, seja em casal ou em família.

Já passou o natal no Japão? Conte para nós como foi a experiência!

Curta nossa página no Facebook
(Não aperte o botão se você já curtiu)

Comentários

comentários