Como a filosofia japonesa Mottainai pode tornar sua vida melhor?

A cultura e a filosofia japonesa são únicas e ainda assim pode tornar a vida de qualquer pessoa melhor. Uma delas é a Mottainai, a cultura do desperdício zero.

Pequenos atos geram um problema enorme

Uma simples observação no comportamento humano revela que somos criaturas intrigantes, mesmo criando tantas maravilhas como a agricultura, ciências, arte e tecnologia, curiosamente o ser humano tende a desperdiçar.

Como é de se esperar, agir contrário a natureza pode gerar consequências catastróficas no micro e macro cosmo. Ou seja, desde o indivíduo, seus afetos, sua sociedade, bairro, cidade, país e por fim, o mundo.

Além disso, muitos desses enormes problemas globais começam com pequenas coisas. Na verdade, os grandes problemas são incontáveis pequenos problemas acumulados.

Se você leu até aqui, provavelmente deve estar se perguntando o que uma simples filosofia japonesa chamada mottainai tem haver com tudo isso e como ela pode melhorar sua vida.

Por isso, continue acompanhando o artigo para assimilar e incorporar o Mottainai em sua vida cotidiana.

Mottainai

Mottainai

Mottainai (もったいない)é uma expressão japonesa que pode ser traduzida como “que desperdício” ou “que pena”. Como as palavras japonesas são cheias de morfemas e múltiplos significados não existe uma única tradução e usá-la dependerá do contexto e situação.

Essa expressão/filosofia perdeu muita força desde a industrialização japonesa. Especialmente após a segunda guerra mundial.

Ela existe no Japão a pelo menos 800 anos. Porém é provável que essa cultura de não desperdício exista a milênios no arquipélago.

Tente imaginar viver em um país praticamente isolado do mundo com limitações territoriais e uma série de adversidades naturais como terremotos, maremotos e tufões.

Se hoje isso gera problemas inimagináveis como o caso das usinas nucleares de Fukushima, eles eram ainda mais agravantes devido as tecnologias disponíveis na época.

E isso engloba desde antes do período Asuka até o final do período Edo, início do Japão moderno.

Nada de desperdício

Então, a escassez de recursos, isto é, território e espaço cultivável naturalmente gerou uma cultura onde o desperdício não era uma opção.

Todo o desperdício naquele período era algo lamentável em qualquer lugar do mundo por causa das mesmas adversidades.

Comércio global

Porém, no caso do Japão a situação era ainda mais crítica devido a sua posição no globo. Os únicos países que frequentemente comercializavam com o Japão eram China e Coreia.

Mas as relações entre os três gigantes asiáticos raramente foram amistosas ao longo da história.

Por isso o Japão não podia depender do comércio de outros países para atender sua demanda doméstica.

Logo, o mottainai não serviu apenas como uma base filosófica budista e shinto. Também foi um instrumento decisivo para a manutenção da sociedade e do status quo dos japoneses.

A cultura do desperdício e os conflitos

Atualmente é muito difícil pensar em escassez em um mundo repleto de variedades de consumo em todas as suas formas.

Mas essa abundância é muito recente na história da humanidade. Além disso, só foi possível depois da segunda revolução industrial e a revolução verde.

Porém, a curta trajetória desse crescimento exponencial de bens de consumo geraram problemas catastróficos para a humanidade.

Por mais que para muitas pessoas isso não pareça tão óbvio, confira alguns números surpreendentes:

1,3 bilhões de toneladas de comida jogada fora

Comida desperdiçada

De acordo com a FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura), 30% de toda a comida produzida no mundo é desperdiçada. São aproximadamente 1,3 bilhões de toneladas de comida.

821 milhões passando fome

O número de pessoas que passam fome (no seu sentido literal) somam impressionantes 821 milhões de pessoas segundo relatório apresentado pela ONU.

108 milhões em situação grave

Dados apresentados nas Organizações das Nações Unidas apontam que 108 milhões de pessoas enfrentam situação de grave insegurança alimentar.

Estudos apontam que toda a comida desperdiçada no mundo por ano alimentaria mais de 850 milhões de pessoas no mundo.

Hábitos de consumo

Como o Japão atualmente é um país ocidentalizado (tanto para o bem quanto para o mal), os hábitos de consumo da sociedade japonesa mudaram radicalmente.

Durante séculos e até mesmo milênios a cultura do mottainai fazia parte do vida cotidiana das pessoas. Atualmente a realidade é drasticamente diferente.

Desperdício

Com a industrialização e alimentos processados ou até mesmo alimentos prontos com durabilidade de 12 horas e os hábitos de consumo moderno, estipula-se que o Japão desperdice anualmente 23 milhões de toneladas de alimentos por ano.

Prejuízos econômicos

Além do desperdício ético e moral, afinal, é desperdício, o prejuízo econômico gira na casa dos 11 trilhões de ienes.

Perda de vínculos

Infelizmente as gerações a partir da década de 80 passaram a perder muitos vínculos com a cultura tradicional japonesa que são essenciais para uma vida mais saudável e harmônica.

Problemas

É importante lembrar que por mais desenvolvido que o Japão seja economicamente, existem muitos problemas sociais no país. Além disso, muitos japoneses passam fome ou vivem dentro da faixa de insegurança alimentar.

Esse distúrbio anti natural não está relacionado apenas aos alimentos, mas em tudo o que envolve a vida cotidiana, como roupas e equipamentos eletrônicos.

Ainda que a filosofia mottainai esteja ressurgindo no Japão e ganhando força no mundo, certos aspectos dela são incompatíveis com a vida moderna e por isso não será como foi no passado.

A nível de curiosidade e de exemplo, se considerar o aspecto original da proposta mottainai, ela é incompatível com a concepção de livre mercado, o conceito de crescimento econômico e competição entre nações.

Leia também

5 coisas que os japoneses fazem para se sentirem mais felizes

4 hábitos japoneses para incorporar na sua vida agora mesmo

Ma: uma reflexão japonesa sobre a quarta dimensão

Mottainai: uma concepção espiritual

Mottainai

Você pode perceber que a grande chave do mottainai é o que a expressão significa. Além disso, é importante lembrar alguns conceitos fundamentais da cultura japonesa.

O Japão é um país que vive em harmonia com duas filosofias. O shinto que é natural do Japão, e o budismo que veio pela China, mas encontrou raízes e sincronismo dentro da cultura japonesa.

Valor de todas as coisas

De acordo com o shinto, tudo e todos possuem uma alma, daí a importância de não desperdiçar nada, pois não é apenas um objeto que está sendo jogado fora, mas sim um espírito.

Um dos melhores exemplos possíveis para ilustrar isso é a filosofia Wabi-Sabi.

Já para o budismo Zen, o valor de algo está no esforço de alguém, para que um objeto ou um alimento chegue até você para servir ou nutrir.

Muito além do desperdício material

Portanto, a filosofia vai muito além do desperdício material. Ela se encaixa também nas relações em respeito ao homem, natureza e espírito.

Então, mottainai pode ser aplicado em relação a desperdiçar tempo com conversas que não agreguem e dedicar o tempo com intrigas e fofocas.

Além disso, deixar de dedicar atenção a quem ama, ficar brigado, não demonstrar carinho e mais.

Eles estão em todos os aspectos da vida, a correria do dia a dia cegou a humanidade para o que realmente importa e tem valor: as pessoas e os afetos.

Muitas relações valiosas são perdidas por uma falta de tempo que na verdade não existe, por falta de paciência ou de um ouvido atencioso.

Muitas famílias são jogadas no lixo por desperdiçar os momentos mais importantes da vida de um ser humano, o amor, a felicidade e a alegria de poder estar junto.

Desperdiçar alimentos é horrível, desperdiçar objetos é lamentável, mas desperdiçar os laços de amor e amizade pior ainda.

Infelizmente é comum se deparar com situações onde alguém só percebe o valor de outra pessoa quando já é tarde demais.

Todas as oportunidades para aproveitar aquela pessoa se foram e o que ficou foi apenas a dor, a tristeza e o arrependimento do desperdício de todos os momentos que não foram vividos juntos.

Quantos sorrisos, abraços, beijos e conversas foram desperdiçados no seu dia por uma questão meramente material? Isso é mottainai.

Compartilhe! Clique aqui e receba nosso conteúdo exclusivo pelo Facebook Messenger.

Comentários

Share via