Comportamento: entenda a solitude e solidão no Japão

De uns tempos para cá, japoneses que apreciam fazer suas atividades sozinhos e não desejam a opinião dos outros para tomar decisões aumentou.

Um estudo realizado pelo Instituto Nacional de Pequisa Populacional e Previdência Social no ano de 2015 no Japão revelou que, 48% dos homens e 36% das mulheres, disseram que não se sentiriam solitários se passassem o resto de suas vidas sozinhos.

Apesar da porcentagem de homens ser maior nessa questão, o número de mulheres que estão abraçando essa ideia está aumentando consideravelmente no país.

Atualmente, a ideia de solitude encontrou grande força no público feminino como uma forma de ascender a estabilidade e a independência.

Além disso, segundo a rede de restaurantes Hakana Motsunabe Oyama, mulheres sozinhas são a maioria dos clientes e seus pedidos normalmente atenderiam mais de uma pessoa.

Mas até que ponto as pessoas estão em estado de solitude e até que ponto isso não se tornou solidão?

Solidão vs solitude

Em primeiro lugar, é preciso compreender exatamente o que cada palavra significa. Por definição, a solidão é um sentimento e uma sensação de vazio, como se faltasse algo.

Mulher vendo o nascer do sol sozinha

Já a solitude é uma solidão voluntária. É um estado de privacidade onde o indivíduo está desfrutando de sua própria companhia.

Por isso, uma pessoa que foi ao cinema sozinho, por exemplo, não é necessariamente alguém vivendo a solidão.

Existe também a possibilidade desse indivíduo optar por estar ali sozinho e querer se divertir sem a companhia de ninguém.

A solitude no Japão

Homem comendo sozinho no Japão

Muita coisa mudou no Japão nos últimos 50 anos. Seja no mundo do trabalho ou nos círculos sociais, os japoneses estão cada vez mais inclinados em viverem sozinhos.

A relação com a instituição familiar também mudou consideravelmente. Portanto, as novas gerações estão mais preocupadas realizações pessoais e profissionais, do que formar uma família.

Além disso, a própria noção de entretenimento está diferente. Hoje em dia a diversão não é necessariamente uma experiência a ser compartilhada.

Mulher japonesa tomando chá sozinha

Leia também

Como a filosofia Mottainai pode tornar sua vida melhor?

Top 4 filmes japoneses para chorar de emoção

4 hábitos japoneses para incorporar na sua vida agora mesmo

Muitas pessoas no Japão sentem-se realizadas em irem a restaurantes, acamparem, viajarem ou passearem sozinhas.

Compartilhe! Clique aqui e receba nosso conteúdo exclusivo pelo Facebook Messenger.

Comentários

Share via