Top 4 filmes japoneses para chorar de emoção

O Japão sabe bem como fazer um filme dramático que emocione. Existem animações e filmes japoneses aos montes para nos provar isso. Se você gosta desse estilo, confira nossa lista.

4. 1 Litre no Namida

O título já é bem sugestivo e é baseado em uma história real. O filme conta a história de Aya de 15 anos de idade. Porém, a jovem é diagnosticada com uma doença degenerativa incurável.

1 Litre no Namida foi baseado no diário de Aya, que ela escreveu até não poder mais aos 25 anos de idade. Esse drama é de tocar o coração e impossível não chorar. Existe a série também que é bem emocionante.

3. Koizora

Sky of Love originalmente era uma novela para celulares e ficou tão popular, que virou um livro e um filme em 2007.

Apesar da história envolver dois adolescentes, as temáticas são bem adultas e com olhar maduro. Tahara Mika é uma estudante tímida que se apaixona pelo delinquente Sakurai Hiro após conversar com ele ao telefone durante o verão.

2. I Gave My Firts Love to You

Takuma e Mayu são amigos desde crianças e fizeram uma promessa de casarem quando ficassem mais velhos.

Só que Takuma nasceu com um buraco em seu coração e sua expectativa de vida não passa dos 20 anos. O jovem acaba deixando se envolver com Mayu, mas decide terminar já que não tem muito tempo de vida.

1. Dare Mo Shiranai

O longa narra a dramática história de quatro irmãos abandonados pela mãe que saiu em busca da sua própria felicidade.

Após se mudarem para um pequeno apartamento em Tóquio, a mãe dos pequenos deixa um bilhete para o menino mais velho dizendo para ele cuidar dos irmãos e que ela voltará até o Natal.

Junto com o bilhete havia um pouco de dinheiro para comprar comida, porém, pouco tempo depois o dinheiro acaba.

Cientes (mas ainda esperançosos) de que a mãe não retornaria, os quatro irmãos precisam se virar como podem para sobreviverem.

Embora não seja um filme com cenas empolgantes, as cenas de inocência, pureza e amor entre os irmãos emociona.

Gostou do artigo? Inscreva-se em nossa newsletter.

Share via