Reciclagem no Japão e regras de lixo para iniciantes

O Japão possui um sistem de reciclagem bem rígido e eficiente. Os lixos entram em categorias para serem jogados fora, existem dias específicos para cada uma e eles são jogados limpos e organizados.

Desde a escola, as crianças japonesas aprendem a fazer a limpeza e separação do lixo já que nas instituições não existem funcionários para tal. Os pequenos que cuidam da escola, limpando e servindo as refeições.

Reciclagem no Japão

Todas as semanas os lixos são recolhidos e levados para os centros de reciclagem e de incineração. Além das casas, os estabelecimentos comerciais também os separam apropriadamente.

Em Tokyo, por exemplo, garrafas e jarras de vidro são colocados em um recipiente amarelo. Já enlatados e outros de alumínio devem ser dispostos em caixotes azuis. Essas cores variam de cidade para cidade no Japão.

Caixote de reciclagem de Tokyo

Um dos centros de Tokyo chama-se Minato Ward localizado na ilha artificial no canal Keihin em Shinagawa.

Pavimento reciclado de garrafa de vidro
Pavimento reciclado de garrafa de vidro

A empresa coleta itens de vidro, alumínio e plástico. As garrafas de vidro viram pavimento ou recipientes novamente.

Reciclagem de alumínio de Minato

O alumínio é prensado em pacotes de 20 a 50 kg para ser reaproveitado. As garrafas de plástico são comprimidas e a matéria-prima é usada novamente, inclusive, para virar tecidos e fazer roupas.

O descarte do lixo no Japão

Existe uma cultura na sociedade japonesa quanto ao descarte de lixo, afinal, o arquipélago japonês não possui espaço suficiente para a quantidade produzida no país.

Com o boom do crescimento ter um sistema de descarte e reciclagem era indispensável. Além disso, para resolver parte do problema, o governo japonês exporta a matéria prima para outros países. Aliás, esse é um mercado (exportação e importação de lixo) extremamente lucrativo.

Muitas regras

Muitos estrangeiros sentem dificuldade para se acostumar com o sistema de reciclagem ao morar no Japão. Outros se adeptam e observam vantagem, mas como é trabalhoso a grande parcela reclama.

Pode ser difícil entender tantas regras, pois cada região do Japão tem as suas e cada bairro também.

Basicamente, existe dia específico para jogar garrafas de plástico, papel, produtos eletrônicos, etc. Cada um é colocado em categorias e colocados em sacolas de cores diferentes.

É preciso se acostumar, pois problemas com o lixo podem fazer um locatário não renovar o contrato de aluguel, além de arcar com multas e de reclamações de vizinhos.

Cartilhas

Cartilha de lixo de Nagoya
Cartilha de lixo de Nagoya

A cartilha com as regras são distribuídas e estão disponíveis na prefeitura de cada local. Para decartar garrafas plásticas, por exemplo, deve-se armazenar a tampa em um local separado, retirar o rótulo, lavar e torcer.

O rótulo deve ser descartado separado também. A caixa de papelão deve ser desmontada e deixá-la plana. O papel não pode ser descartado em sacola plástica, mas sim em uma de mesmo material e enroladas em rolo de adesivo próprio.

Se precisar descartar algo maior, como uma máquina de lavar ou uma televisão, por exemplo, deve-se pagar uma taxa entre 1.600 ienes a 5.000 ienes.

Leia também

Um incinerador é confundido com parque de diversões em Osaka por turistas 

Japão utilizará celulares para produzir medalhas olímpicas 

Por que quase não existem lixeiras no Japão?

Para descartar óleo de cozinha é preciso deixá-lo endurecido e descartá-lo como lixo do tipo combustível. Os japoneses não jogam óleo na pia para não entupir o encanamento da casa ou do edifício.

Algumas regiões japonesas exigem que o nome e o endereço de quem está descartando o lixo esteja anotado de forma legível nos sacos descartáveis.

Em caso de descarte de um tipo de material que não seria recolhido naquele dia ou se houver algum tipo de problema com o conteúdo dos sacos de lixo, ele é devolvido ao proprietário.

No texto Mottainai, explicamos um pouco dessa cultura do desperdício zero e como ela foi importante para o Japão, inclusive, como filosofia de vida.

Compartilhe! Clique aqui e receba nosso conteúdo exclusivo pelo Facebook Messenger.

Comentários

Share via