Governo criará nova licença para dirigir especial para idoso no Japão

Devido ao aumento de acidentes causados por motorista idoso no Japão, o governo planeja adotar novas medidas.

A proposta inclui um novo sistema em que os motoristas seniores poderiam apenas dirigir carros com freios automático, por exemplo.

Idosa no volante

A licença para dirigir especial será indicada para japoneses com mais de 75 anos e o teste cognitivo deverá ser obrigatória na renovação.

Segundo a Agência Nacional de Polícia, foram 460 acidentes fatais (14.8%) causados por motorista dessa faixa etária apenas em 2018. Considerado um aumento significativo em um período de dez anos quando a taxa era de 8.7% em 2008.

Além das demandas por freio automático, planeja-se limitar apenas certos tipos de veículos, horários e áreas específicas.

Um estudo do governo veiculado pelo Japan Times mostrou que uma em cada quatro pessoas com 80 anos ou mais ainda tem carteira de motorista ativa e dirigem.

Leia também

Empresa oferece descontos funerários para motoristas idosos do Japão que desistirem de sua licença para dirigir 

Dia do Respeito aos Idosos: japoneses com 90 ou mais, chega a 2 milhões pela 1ª vez 

Japão estimulará contratação de pessoas com até 70 anos 

A porcentagem maior foi em áreas rurais, pois existe falta de transporte público nessas regiões. Além disso, a maior parte dos moradores dessas regiões afastadas são idosos e eles precisam do carro para fazer compras e ir ao hospital, por exemplo.

Uma das soluções a longo prazo serão os carros com direção automática no Japão. As novas especificações nas novas licenças serão discutidas até o final do mês de junho, segundo informações oficiais.

Compartilhe! Clique aqui e receba nosso conteúdo exclusivo pelo Facebook Messenger.

Comentários

Share via