Oshibori: cultura das toalhas e da hospitalidade no Japão

Oshibori são as pequenas toalhas úmidas como forma de oferecer hospitalidade e conforto. É servido em restaurantes, hotéis, aeroportos, no shinkansen, bares e mais.

Toalha oshibori

O costume de dar toalhas data do período Heian, mas ficou popular na era Edo e era ofertado apenas a convidados nobres. No entanto, a cultura foi se espalhando pelo resto do país.

Começou a ser popular nas casas de chá em 1600 e desde então é um gesto padrão de hospitalidade para os estabelecimentos japoneses. A intenção é tratar bem e mostrar respeito.

Leia também

Regras de etiqueta no Japão: andar e comer não é aconselhável 

Envelopes com dinheiro: uma questão de costume e etiqueta 

Kanpai: regras de etiqueta e cultura da bebida no Japão 

As toalhas quentes são comumente dadas no inverno. Serve para limpar as mãos e esquentar com sensação relaxante. O oshibori gelado é oferecido no verão e serve para refrescar e higienizar.

Oshibori descartável

Alguns locais oferecem o oshibori descartável e em máquinas automáticas. Aliás, é normal andar com toalhas descartáveis no verão. O clima é quente e úmido, por isso, são úteis e higiênicas. Um item essencial no Japão.

O oshibori acaba passando a ideia de limpeza, conforto e profissionalismo, portanto, são oferecidos como cortesia nos estabelecimentos.

Como regra básica a toalha não serve como guardanapo e não é recomendado usar no pescoço ou rosto.

Compartilhe! Clique aqui e receba nosso conteúdo exclusivo pelo Facebook Messenger.

Comentários

Share via