Merenda escolar japonesa: o que as crianças costumam comer?

Yamagata foi a primeira a oferecer merenda escolar japonesa em 1889. No entanto, desde 1954, após o fim da segunda guerra, o governo japonês implementou o School Lunch Act.

A medida garantia que as crianças estivessem saudáveis e a má nutrição não afetasse seu aprendizado fornecendo alimentação balanceada.

Porém, entre os anos 50 a 60 havia escassez e o país se recuperava economicamente da guerra. Naquela época, serviam basicamente pão, macarrão e arroz com alimentos fornecidos pelos Estados Unidos, portanto, um cardápio mais ocidental.

Aos poucos, com a recuperação da economia, a merenda voltou a ser tradicional com alimentos da cultura japonesa.

Merenda escolar japonesa

Refeições da merenda

A merenda escolar japonesa é composta basicamente por uma fonte de proteína, carboidrato, fibras, vegetais, legumes, frutas e leite.

Refeição da merenda

A carne vermelha é evitada por conta das gorduras saturadas e eles preferem servir peixe, frango, carne de porco, ovo ou soja como fonte de proteína.

Merenda do Japão

Os vegetais são cozidos, fervidos ou refogados preferencialmente. O arroz branco e sopa são acompanhamentos quase fixos, mas podem ser substituídos por udon, soba ou ramen.

Merenda

As combinações proporcionam a quantidade suficiente de energia para realizar as atividades diárias.

Para beber, oferecem leite, suco ou iogurte. As porções são pequenas e na medida exata. A média calórica para a merenda diária sem atividades extras esportivas fica entre 650 kcal (mínimo) a 850 kcal (máximo).

Crianças servindo arroz

Eles evitam frituras e alimentos processados com a preferência para alimentos sazonais e orgânicos.

Os ingredientes são escolhidos de acordo com a disponibilidade local e podem mudar de uma escola para a outra.

Custos

Quem paga a merenda japonesa são os pais e custa em média 300 ienes por refeição. O gasto dos ingredientes fica por conta das famílias e o governo paga os outros custos relativos com a produção.

A responsabilidade do cardápio, nutrição e fiscalização também é responsabilidade dos órgãos governamentais.

O objetivo é oferecer comida saudável que ofereça proteína, energia, fibra e vitamina para as crianças.

Além disso, a merenda faz parte da rotina escolar. Os pequenos aprendem desde cedo a importância dos alimentos, hábitos saudáveis, trabalho duro, humildade e responsabilidade.

Crianças servindo merenda

Afinal, os responsáveis por servir a merenda, lavar as loucas, arrumar as mesas e organizar a distribuição são as crianças.

Além disso, as escolas não oferecem lanchonetes ou praças de alimentação e a merenda é servida dentro das salas de aula.

Leia também

Por que os estudantes japoneses limpam suas próprias escolas? 

7 coisas do Japão que o mundo poderia aprender 

Educação exemplar das crianças japonesas 

As crianças não levam lanches de casa para que todas tenham acesso ao mesmo tipo de alimentação e para evitar que elas comam salgadinhos, doces ou tomem refrigerante na escola.

Compartilhe! Clique aqui e receba nosso conteúdo exclusivo pelo Facebook Messenger.

Comentários

Share via