Japão abre vagas para estudantes serem voluntários nas Olimpíadas Tokyo 2020

Já falamos por aqui, que o comitê organizacional das Olimpíadas Tokyo 2020 irá recrutar voluntários para trabalhar no evento. Essa semana saíram mais informações, confira.

Desde que o anúncio foi feito, medidas foram feitas com as Universidades e elas passaram a oferecer créditos acadêmicos como forma de remuneração.

Inscrições abertas

As incrições foram abertas em 01 de setembro de 2018 e seguirão até o dia 26 de dezembro através do site oficial. <Clique aqui>

Os estudantes são esperados para trabalhar em várias áreas do evento, de acordo com as especialidades de cada um. Desde o contato com o público, até ajudar nas vilas que os atletas ficarão hospedados.

Quem pode participar

Os estudantes que se interessarem devem ter nascido até o dia 01 de abril de 2002 e ser maior de 18 anos, ser cidadão japonês ou ter um visa de longa permanência ativo durante as Olimpíadas. Os visitantes temporários serão aceitos no período, se tiverem com o visa ok.

Além disso, espera-se que o voluntário trabalhe oito horas diárias e disponibilidade de pelo menos 20 dias.

Áreas de atuação

Guia: orientará o público em relação aos acessos dentro e fora da cidade olímpica fornecendo informações úteis. Também contribuirá para a segurança do evento verificando ingressos, lugares entre outros.

Evento: serão os voluntários responsáveis pelo suporte aos atletas dentro das competições e vila.

Motorista: terão a função de conduzir os translados dos participantes (atletas e/ou membros da delegação) na cidade olímpica.

Suporte pessoal: serão eles que receberão as delegações estrangeiras e os anfitriões dos jogos. Garantir as condições de trabalho e servir como tradutor estão entre as atribuições. É necessário dominar ao menos um idioma estrangeiro para se candidatar.

Suporte médico: se selecionado, o voluntário de suporte médico deverá providenciar os primeiros socorros a atletas e espectadores, também serão responsáveis por levar atletas lesionados a enfermaria e auxiliar nos testes anti dopping.

Tecnologia: serão responsáveis por atualizar os resultados e placares dos jogos além de coletarem e repassarem informações.

Mídia: providenciarão todo o suporte aos canais midiáticos do Japão e do mundo.

Cerimônia: darão suporte a entrega de medalhas e outras formalidades cerimoniais.

Suporte operacional: a equipe de suporte operacional será responsável pelos uniformes dos voluntários, cartões de acesso, registros, check-in, entre outras atribuições.

Leia também

Japão utilizará celulares para produzir medalhas olímpicas

Japão planeja banheiros sem distinção de gêneros para as Olimpíadas 2020

Conheça alguns dos bairros de Tóquio mais legais

Críticas

No Japão, a notícia que eles iriam recrutar estudantes para trabalhar no evento em troca de créditos não foi visto bem. Muitas críticas surgiram nesse meio tempo.

Muita gente defende que eles deveriam pagar por pessoas e não tirar proveito dos estudantes que já tem muito com o que se preocupar.

No Brasil e nas Olimpíadas Rio 2016, o governo adotou essa medida e foram abertas 70,000 vagas na época. Dos quais 50,000 foram preenchidas.

Gostou do artigo? Inscreva-se em nossa Newsletter.

Fontes: Japan Today, Folha e Comitê das Olimpíadas e Paraolimpíadas de Tokyo 2020.

Share via